Blog

20.07.2020

Antes de fazer uma compra, seja qual for o produto, é comum darmos aquela “conferida na vitrine”: analisamos opções, valores, se a nova aquisição é necessária, entre outros fatores. E, com tantas opções disponíveis, acredita-se que um sistema é ativado no cérebro para nos ajudar a decidir. Esse comportamento pode ser muito útil na jornada do cliente, que é definida pelo caminho em que ele percorre antes de finalizar uma compra ou fechar negócio.